INSCREVA-SE AGORA.


O CONGRESSO

Participe desse evento e da oportunidade única de conhecer e interagir, no coração da zona sul carioca, no Campus da PUC-Rio, com os produtores de vinho da região serrana fluminense, que através da introdução dessa nova cultura estão contribuindo para modificar a paisagem rural e criar novas oportunidades para o desenvolvimento local.

Esse encontro não apenas celebra a vitivinicultura, mas também destaca a interação única entre a pequena produção de queijos e outros produtos típicos do interior do estado e a experiência do turista. Na última década, graças à inovadora técnica da dupla poda, vimos crescer a vitivinicultura, criando um cenário promissor no mapa vinícola do Brasil. Dentre as características mais evidentes estão a tecnologia e a resiliência, que desempenham papéis cruciais para conferir sustentabilidade à produção e confiança junto ao consumidor, especialmente com a implementação do blockchain para rastreabilidade das uvas produzidas em nosso território.

O evento "I Congresso Estadual Desafios do Enoturismo no Rio de Janeiro: Ativando a Tríplice Hélice" será uma oportunidade única de reunir especialistas, poder público, pesquisadores e produtores para analisar o potencial do estado na construção de rotas turísticas que evidenciem nossas principais vocações e ajudem a criar novas oportunidades para as cidades fluminenses. Contamos com a sua presença para compartilhar e apreciar esse diálogo inspirador entre a vitivinicultura e as tradições locais. 🍇🍷


PROGRAMAÇÃO

19 Junho

9h15 – Credenciamento

10h – Mesa de Abertura:

Pe. Anderson Antônio Pedroso S.J., Reitor da PUC-Rio (A CONFIRMAR)
Gustavo Robichez, Coordenador Central da Coordenação Central de Parcerias e Inovação (CCPIN) – Casa de Inovação da PUC-Rio
Mauricio Guedes, Superintendente de Inovação e Sustentabilidade da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços (SEDEICS)
Marcelo Corenza, Assessor da Diretoria, representará Jerson Lima da Silva, Presidente da FAPERJ
Pablo Kling, Vice-Presidente da TurisRio, representando a Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro
Glaucio Marafon, Diretor do Departamento de Geografia e Meio Ambiente da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

10h30 – Aula Magna: A Geografia do Vinho no Rio de Janeiro: características e oportunidades
Rogerio Dardeau, pesquisador e escritor sobre vitivinicultura brasileira e membro da FIJEV e da ABDVIN

12h – Intervalo

13h30 – Mesa 2: Experiências locais e internacionais de desenvolvimento local a partir do enoturismo
Mediação: Geiza Rocha, mestranda em Geografia – PUC-Rio
“Crescer sustentável: a experiência da Califórnia do Norte” – Daniel Otto Strongin, consultor
“Enoturismo e Desenvolvimento”, Vander Valduga, Doutor em Geografia, Professor do curso de Bacharelado em Turismo e docente permanente do Mestrado em Turismo da Universidade Federal do Paraná (UFPR)
“Como o Sebrae atua nas políticas públicas e na articulação das instituições para fortalecer o desenvolvimento local e regional” – Aline Barreto, Gestora de Projetos de Indicações Geográficas no Estado do Rio de Janeiro do Sebrae Rio

15h30 – Coffee Break

16h – Mesa 3: Indicação Geográfica como potencial de desenvolvimento para o Rio de Janeiro
Mediação:  Glaucio Jose Marafon
“O mapa das IGs do Rio de Janeiro e sua capacidade de articulação com o desenvolvimento local”, Celso Merola Junger, chefe da Divisão de Desenvolvimento Rural da SFA-RJ  
“Os Nomes Geográficos nas Indicações Geográficas”, Graciosa Moreira, analista de Sistemas da Equipe de Desenvolvimento, na Coordenação de Cartografia, Gerência de Nomes Geográficos do IBGE
“Indicações Geográficas e Marcas”  Pablo Ferreira Regalado, Chefe de Divisão de Exame Técnico X – DITEC/CGMID/DIRMA do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI)
“O papel das Embrapas na Indicação Geográfica: cases e insights”, Antonio Gomes Soares, Pesquisador da Embrapa Agroindústria de Alimentos
José Ronaldo de Macedo, Pesquisador da Embrapa Solos (A CONFIRMAR)

17h30 – Encerramento

20 Junho

9h30 – Aula Magna: “Novos territórios, novo terroir?”
Rosa Maria Vieira Medeiros, Professora Doutora do Departamento de Geografia do Instituto de Geociências da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

10h30 – “Expansão das fronteiras vitícolas a partir da dupla poda”
Aline Mabel Rosa,  Engenheira Agrônoma. Doutora em Viticultura (UFRGS, Embrapa e UNIBO-IT). Consultora do Grupo Vitácea Brasil nas regiões Sudeste e Centro-Oeste. Diretora Técnica da Associação Nacional dos Produtores de Vinhos de Inverno (Anprovin)

11h – Mesa 1: Indicação Geográfica dos Vinhos de Inverno da Região Serrana: desafios e oportunidades
Mediação: Marcelo Antonio Sotratti, do Curso de Turismo e Licenciatura em Geografia (EaD) da UERJ
“O Rio tem vinho e já se articula”, Lucimar Cunha, diretora-geral da Faculdade de Educação Tecnológica do Estado do Rio de Janeiro (FAETERJ Petrópolis)
“O papel da tecnologia na rastreabilidade da produção”, Eduardo Krempser, professor e coordenador do Laboratório de Sistemas Inteligentes e Robótica da FAETERJ Petrópolis
“A importância da comunicação e articulação territorial: desafios para a criação da governança da Associação”, Geiza Rocha, mestranda em Geografia – PUC-Rio

Apresentação dos Produtores:
José Claudio Aranha, Vinícola Inconfidência
Laura Tassinari, Vinícola Tassinari
André Guedes, Vinícola Terras Frias
José Carlos Eloy, Vinícola Família Eloy
Rafael Antunes, Vinícola Casa Antunes
Victor Satiro, Vinícola Real das Ruínas
Marcelo Maturano, Vinícola Maturano (A CONFIRMAR)

13h – Almoço

14h30 – Mesa 2: O mercado de vinhos: atuação, oportunidades e desafios da produção nacional
Mediação: Augusto Cesar Pinheiro da Silva, Professor Adjunto do quadro principal do Departamento de Geografia e Meio Ambiente da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)
“Os vinhos do Rio na ótica dos restaurantes”, Fernando Hermont Blower Passos, Presidente do Sindicato de Bares e Restaurantes do Rio de Janeiro (SINDRIO)
“Indicações Geográficas e gastronomia: diálogos possíveis”, Teresa Corção, Ecochef, Mestre em Design e fundadora do Instituto Maniva
“Os vinhos do Rio na ótica dos restaurantes”, Fernando Hermont Blower Passos, Presidente do Sindicato de Bares e Restaurantes do Rio de Janeiro (SINDRIO)
“Indicações Geográficas e gastronomia: diálogos possíveis”, Teresa Corção, Ecochef, Mestre em Design e fundadora do Instituto Maniva

15h30 – Mesa 3: O olhar regional para experiência do turismo
Mediação: Valeria Lima, diretora de gestão e desenvolvimento da Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro (SETUR)
Região Costa do Sol: Marco Navega, Presidente da CONDETUR Costa do Sol
Região Serra Verde Imperial: Edson Almeida – Biá, Presidente do Nova Friburgo Convention Bureau, Presidente do Conselho Regional de Turismo da Serra Imperial, Conselheiro da Agência de Desenvolvimento Mercoserra
Região Caminhos Coloniais: Flavio Barbosa, Presidente do Conselho
Regional de Turismo Caminhos Coloniais de Três Rios
Região Caminhos da Serra: Tiago Pecly, Secretário Municipal de Indústria, Comércio e Turismo de Trajano de Moraes

16h30 – Conclusões finais e encerramento:
Glaucio Marafon e Geiza Rocha


PALESTRANTES

*em atualização






Aline Barreto





Aline Mabel Rosa






André Guedes






Augusto Cesar Pinheiro da Silva






Celso Merola Junger






Daniel Otto Strongin






Edson Almeida (Biá)






Eduardo Krempser da Silva






Fernando Blower






Flávio Barbosa






Geiza Gomes Rocha






Glaucio José Marafon






Graciosa Moreira






José Carlos Eloy





José Claudio Aranha






Laura Tassinari






Lucimar Souza Cunha






Marcelo Antonio Sotratti






Marcelo Corenza






Marco Antonio Antunes Navega






Maurício Guedes






Pablo Ferreira Regalado






Pablo Kling






Rogerio Dardeau de Carvalho 






Rosa Maria Vieira Medeiros






Teresa Corção






Tiago Luiz Pecly Bueno






Valéria Maria de Souza Lima






Vander Valduga






Vitor Satiro




REALIZAÇÃO


© Todos os direitos reservados ao Congresso Enoturismo RJ.